Da mais alta janela da minha casa, com um lenço branco, digo adeus aos meus versos que partem para a humanidade. E não estou alegre nem triste; este é o destino dos versos [...]. Quem sabe quem os lerá? Quem sabe a que mãos irão? Fernando Pessoa.

Obs. usando a autonomia que a licença poética e a própria cultura brasileira me permitem, não adoto linearmente essa segunda outorga (arbitrária) da língua portuguesa.


domingo, janeiro 03, 2010

Orpheu (guacira maciel)

...deu-me figos e castanhas
vinho doce como água de regato
e nada precisou ser dito
por interferência dos deuses
nos uniu a Eternidade...

10 comentários:

O Sibarita disse...

Ô beleza! kkkk Bom demais, o amor nasceu nos braços de baco!kkkkkk

Moça, PORRETA, sua poesia!

Sabe tudo de poesia, ô menina retada meu Deus! kkkk

Fia, o amor é isso...

bjs
O Sibarita

Guacira Maciel disse...

Ô menino!... vc é demais..."sabe tudo, nada!" Tudo é tão espontâneo, simples...
Obrigada e beijo.
Guacira

O Sibarita disse...

Ô dona moça, se alegre, viu? Sei, entendo, mas, navegar é preciso...

No amor, a gente se arrebenta, mas, levanta é ou não é? kkkkkkkk

Então fia, olhe em frente...

E obrigado mais uma vez pelo excelente comentário.

Você é ouro em pó!

bjs
O Sibarita

Pena disse...

Oh, Simpática Poetiza Amiga:
Um delicioso poema proclamado pela sua sensibilidade dum perfeito Orfeu.
Tudo aqui cintila como as estrelas de deslumbrar e maravilhar, emitindo inúmeros jorros fantásticos de encanto e beleza.
Parabéns, tem um significativo e maravilhoso blogue numa admirável e fabuloso sentir que é o seu.
Beijinhos amigos de respeito, estima e consideração.
Adorei passar aqui.

pena

Bem-Haja, linda amiga.
MUITO OBRIGADO pela sua simpática visita. Perfeita!

Guacira Maciel disse...

Querido Sibarita,

é o que estou fazendo; obrigada por seu carinho, sua delicadeza.
Esta opção foi minha; difícil, mas está indo bem, garanto-lhe. Antes nem a pensava possível!(?). Melhor que vá devagar, ruminando...não?
Beijo, obrigada.

Guacira Maciel disse...

Obrigada, Pena.

Você é suave e generoso.
Apareça sempre que quiser.
Beijo, Guacira.

Alvaro Oliveira disse...

Olá amiga Guacira

Agradecendosua visita e comentário
em meu espaço, retribuo com minha visita a esta agradável e interessante espaço poética/ciência

Por certo que voltarei mais vezes, pois fiquei maravilhado com seu blog.

Beijinhos

Alvaro

Guacira Maciel disse...

Olá, Alvaro.
Muito me honram a sua visita e os seus comentários.
Volte sempre e vamos abrir espaço para a discussão.
Beijo,
Guacira

Deusa Odoyá disse...

Olá minha nova amiga.
Obrigado por sua visita ao meu cantinho.
O sibarita falou tudo, sua poesia é ouro puro.
Desejo a vc. um ano de muitas realizações e paz.
Beijinhos doces, minha amiga.
Regina Coeli.

Guacira Maciel disse...

Deusa Odoyá, que nome de respeito!
Obrigada, querida. Volte sempre.
Beijo, Guacira.